terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Arranjos de Natal



Já passou algum desde que publiquei pela última vez. Não houve um motivo específico para tal, mas sim vários motivos: muito trabalho, algum desinteresse pelo blog, falta de vontade de escrever post, de tirar fotos... enfim,  poderia estar aqui a inumerar todos os motivos para a minha  ausência, mas não me vou alongar. O que interessa é que estou mais motivada para publicar novamente com alguma regularidade; assim espero. 
As publicações aqui no blog serão de temáticas diferentes, sempre relacionadas com o que me motiva e interessa no meu dia-a-dia.
Como estamos na época do Natal e porque fazer decorações em casa é algo que me fascina, achei pertinente mostrar as decorações de Natal que fiz para decorar e alegrar a minha casa. 
Como moro numa zona onde é muito fácil colher plantas secas e como a minha casa tem como terreno anexo uma área de quase 2 hectares não precisei deslocar-me para muito longe para colher o que precisava para os arranjos de Natal. 
Num dia depois de sair do meu  trabalho calcei as luvas, peguei numa tesoura de podar e cheia de vontade lá fui eu pelo mato acima. Em pouco mais de 30 minutos voltei a casa com tudo o que precisava para começar a montar os meus arranjos: ramos de carvalho, galhos de sobreiro, pinhas, pedaços de cortiça, folhas de diospireiro, folhas de nespereira, giestas, fetos, azevinho, paus diversos, flor de palmeira... Parecia que tinha ido aos "chamiços" para acender a lareira.  Montei o atelier na garagem e em poucos minutos fiz os arranjos que a seguir mostro, tendo gastado apenas 6,30€  em tinta spray dourada e prateada. 
Ao observar os arranjos depois de pronto, um misto de sentimentos se apoderaram : o prazer que tive ao fazê-los, o quanto me diverti com a sua realização, a alegria que senti ao ver a minha casa decorada com arranjos simples e bastante económicos.
Ora vejam então os arranjos de Natal:




Materiais utilizados: cesta de verga, paus diversos, folhas de feto seco, folhas de diospireiro, pinhas e spray dourado.



Materiais utilizados: Taça oval de zinco, folhas de carvalho, folhas de nespereira, pinhas, paus diversos, tinta spray prateada.




Materiais utilizados: galho seco pintado com tinta pray prateado e imagens de madeira alusivas ao Natal ( comprei no lidl há alguns anos), um frasco






Materiais utilizados: pedaço de cortiça que pintei com tinta de spray dourado, flor seca de palmeira (tenho uma palmeira enorme no meu jardim), ramos de carvalho, tinta de spray dourado.



Materiais utilizados: uma telha de canudo pintada com tinta spray dourada, folhas de feto, pinhas, folhas de carvalho, uma vela, tinta de spray dourada.




Materiais utilizados: vaso de barro, galho de sobreiro, giestas, folhas de feto, tinta de spray dourado.

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Folar de Páscoa


Nesta Páscoa resolvi fazer um folar diferente, mas igualmente saboroso.
Ficou com uma consistência muito boa, fofo e com  o sabor inconfundível  da erva doce e da canela.

Fiz assim:

Ingredientes:

250ml de leite morno
2 colheres (chá) de Fermento Royal
1 ovo
110g de açúcar
500g de farinha
1 colher café de erva-doce em pó
1 colher café de canela em pó
raspa de 1 limão pequeno
100g de manteiga ou margarina amolecida
Sementes de sésamo


Preparação:

Numa taça mexer o fermento com o leite morno. Juntar o açúcar e o ovo e bater com uma colher de pau. Acrescentar a canela, a erva-doce e a raspa de limão. Juntar a farinha. Acrescentar a margarina e mexer até ser absorvida.
Polvilhar a massa com farinha. Deixar repousar, tapado com um pano grosso, cerca de 1h30.
Retirar a massa, dividir em duas porções. Enrolar cada porção até obter 2 tiras para entrançar. Molde as duas tiras entrançadas em círculo.
Pincelar com o ovo batido o primeiro gomo, e espalhar sementes de sésamo no seguinte, intercalando desta forma em todos os gomos da trança.
Deixar descansar 15 minutos enquanto o forno aquece.
Levar ao forno pré-aquecido, a 180ºC durante 30-35min.
Retirar e deixar arrefecer numa rede.


Inspiração:" Sorrisos royal "

domingo, 5 de abril de 2015

Ninho de Páscoa



O domingo de Páscoa está a terminar, mas ainda venho a tempo de publicar o bolo que fiz para festejar esta quadra festiva.
Um bolo leve, saboroso, mas com um toque e um simbolismo pascal.
Aproveito para desejar uma feliz Páscoa!

Fiz assim:

Ingredientes:

5 ovos
200 g de açúcar
250 g de farinha
100 g de miolo de noz
1 colher (de café) de fermento em pó
2 maçãs raladas
Cobertura:
200g de chocolate de culinária
2 dl de natas para bater
Decoração:
Fios de ovos
Amêndoas

Preparação:

Bater os ovos com o açúcar durante 10 minutos até criar espuma.
Juntar a farinha, o fermento, o miolo de noz e a maçã ralada.
Misturar delicadamente.
Colocar a massa numa forma untada com manteiga e polvilhada com farinha e levar a forno pré-aquecido durante 35 minutos.
Retirar do forno e deixar arrefecer.
Levar ao lume um tacho com as natas.
Quando estas começarem a levantar fervura retirar do lume e introduzir o chocolate partido em pedaços e deixar repousar durante cerca de 10 minutos e até derreter.
Depois mexer até obter um creme liso.
Deixar arrefecer um pouco o creme de chocolate e por fim barrar o bolo.
Depois de secar colocar no centor do bolo os fios de ovos e decorar com amêndoas.

Inspiração: "Dica do Lidl"



sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Sopa na Cuisine Companion - creme de brócolos





O robot de cozinha Cuisine Companion da Moulinex tem vários programas automáticos que irei descrever detalhadamente cada um.
Hoje começo pelo programa das sopas.
São dois programas automáticos para sopa P1 e  P2. O que difere nos dois programas é o tempo e a temperatura, que poderá ser ajustável.
No programa P1 a sopa fica com uma consistência aveludada e no programa P2 a sopa fica triturada, com uma consistência mais granulada.
Cá em casa preferimos a sopa muito cremosa, por isso utilizo o programa P1.
Para as sopas utilizo vários legumes que vou variando conforme o que tenho em casa.
Tanto podemos fazer a sopa toda passada como adicionar legumes cozidos.
A sugestão que apresento hoje fiz o creme na Cuisine Companion e adicionei brócolos que tinha já cozidos.

Fiz assim:

Ingredientes:

Cebola
Alho
Abóbora
Batata
Brócolos
Courgette
Água
Sal

Preparação:

Na taça da Cuisine Companion  colocar o acessório de picar e todos os ingredientes e programar o programa P1 para sopas ( 100Cº- 30min).
A 2 min do final do programa a sopa será triturada automaticamente.
Retificar os temperos e já no prato colocar pequenos raminhos de brócolos cozidos.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Rolinhos de salsichas com fiambre e queijo



A sugestão de hoje é muito rápida e saborosa.
Há algum tempo atrás fiz uma pequena dieta e comprei o livro "As receitas da dieta dos 31 dias" de Ágata Roquette para fazer algumas receitas menos calóricas e de onde tirei esta sugestão.
Esta sugestão eu utilizei para comer nos lanches da manhã e da tarde, uma vez que o pão só era permitido ao pequeno almoço e assim ficava saciada.
No entanto, cá por casa ficaram fãs e de vez em quando faço para uma refeição mais leve ou para um lanche.

Fiz assim:

Ingredientes:

Fiambre de peru ou frango
Queijo flamengo fatiado
Salsicha de aves

Preparação:

Enrolar uma fatia de fiambre e queijo numa salsicha e levar ao forno até estar ligeiramente tostado.
Acompanhar com uma fatia de pão e uma salada verde.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Risotto de camarão - Cuisine Companion da Moulinex


A minha ajudante na cozinha, a Cuisine Companion da Moulinex continua em ação e tem de facto sido uma mais valia na confeção de certos pratos, facilitando e poupando tempo.
Desta vez fiz um risoto de camarão que ficou uma delícia.
O risoto é um prato que requer algum tempo e muita vigilância, uma vez que temos que ir adicionado o caldo.
A receita foi adaptada do livro de receitas da Cuisine Companion.

Fiz assim:

Ingredientes:

1 chávena ( de chá ) de arroz arbóreo
Miolo de camarão ( usei da pescanova)
Meia cebola
100 ml de azeite
80 ml de vinho branco
500 ml de caldo de marisco ( usei caseiro)
Queijo Chedar
Sal
Pimenta
Coentros


Preparação:

Cortar a cebola grosseiramente  e colocar na taça com a lâmina picadora e misturar na velocidade 11 durante 10 s.
Substituir a lâmina picadora pelo acessório misturador.
Juntar o azeite e selecionar o programa P1 de cozedura lente sem a tampa e durante 10 min.
Quando o temporizador indicar que faltam 5 min. juntar o miolo de camarão, o arroz e o sal
Quando faltar 1 min. adicionar o vinho branco.
No final do programa, juntar metade do caldo de marisco e selecionar o programa de cozedura lenta P3 a 95ºC durante 20 min., sem a tampa doseadora.
Durante este tempo vigiar o arroz adicionado mais caldo pela tampa, se necessário.
No final do programa ralar queijo chedar, retificar os temperos e polvilhar com coentros picados.
Servir de imediato.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Pasteis de carne com a massa Buitoni




Os pasteis de carne são mais uma das muita maneiras de aproveitar sobras de peixe ou carne.
Cá por casa os pasteis de carne são os mais apreciados.
Desde que descobri esta massa congelada já não utilizei outra.
Esta massa é vendida em embalagens de 16 unidades e de dois tamanhos diferentes.
São discos de massa muito fininha que depois de saírem do forno ficam muito estaladiços.
Esta massa pode ser utilizada em pratos salgados ou em pratos doces.
Para o recheio utilizei sobras de carne ( frango e peru ) e como estava cozinhada, apenas piquei e acrescentei um pouco de farinha maizena diluída em leite para o recheio ficar mais cremoso.
Mas o recheio poder-se-á fazer de muitas maneiras, juntando-se legumes como espinafres, cenoura ralada, cogumelos... e utilizando outras variedades de carne. A imaginação não tem limites!!!